sábado, 20 de setembro de 2008

Virtua Racing - PARTE 1

O ACONTECIMENTO DO ANO!!!!!

Por Fernando Ringel


Nem sei como expressar o prazer que me dá ver o logo do VELOCIDADE MÁXIMA montado na capa desse jogo. Sabe por quê?

Bom, quando eu tinha 9 anos vi, na finada Ação Games, algumas fotos de um jogo novo chamado Virtua Racing e fiquei impressionado. O ano era 1994 e lembro que achei o carro, com o bico azul e branco, muito parecido com o, então, novo carro do Senna.

Tecnicamente este foi o primeiro jogo com gráficos poligonais para um videogame 16 bits, foi a transição dos jogos em 2 bits (Super Monaco GP) e a era 3D, mas eu não sabia de nada daquilo. Eu estava acostumado a jogar Ayrton Senna Super Mônaco GP 2, e fiquei babando nas fotos e pôsteres do tal jogo revolucionário.

Para mim, o Virtua, é assim que eu chamava na época, foi a semente disso que hoje se chama VELOCIDADE MÁXIMA TOTAl, este blog que, graças a Deus, você acessa. (obrigado aê galera!!!!)

Foi exatamente o cartucho japonês da foto ao lado que joguei pela primeira vez. Quero dizer, tentei jogar pela primeira vez porque eu só batia. O Virtua é um tipo de Grand Prix Legends dos videogames 16 bits. Lindo, impressionante, mas muuuuuuuuuito difícil de jogar. O seu F1, uma espécie de “mix” entre Mclaren Marlboro e Williams Rothmans, é difícil de controlar, como se estivesse sem aerofólio dianteiro (também fazer as curvas a 328 km/h, cho que nem com aerofólio Dumbo, né?).

Mesmo assim, passados mais de 13 anos desde que joguei pela primeira vez, ainda tenho o cartucho e jogando novamente percebi um dos seus problemas. Se o jogo fosse baseado na F1 de verdade, em um campeonato com mais pistas, seria, além de um dos jogos mais importantes, um dos cartuchos mais populares da Sega.

Outro ponto fraco é o jogador ter apenas 3 opções de pistas. Além disso o jogo é no estilo arcade, time attack. Claramente o cartucho foi uma adaptação da versão fliperama e você deveria passar nos check points antes do tempo acabar. Essa era a sua missão, completar as 3 cinco voltas em primeiro para zerar, coisa que eu nunca consegui. Apesar de tudo isso, eu, e milhões pelo mundo, ficamos hipnotizados pelas músicas que tocavam a cada check point, pelo replay, pelas opções de visão de jogo. Apesar de nunca ter conseguido jogar de dentro do cockpit, até hoje não existe um jogo em que você vê o braço do piloto se mover com tanto realismo. Além do que, como eu já disse, as músicas e os gráficos eram de ficar babando.

Pensando pelo lado da Sega, não acredito que caberia dentro do cartucho, mesmo com o tal chip SVP, toda a temporada da F1 com aquele nível de gráficos, sem contar que é exatamente por causa da barbaridade que as produtoras pagam para a FOM que alguns jogos acabam sendo sub produzidos por falta de dinheiro. Ao invés de apostar somente na marca F1, a Sega optou por investir todo o dinheiro no jogo. Mais ou menos como a estratégia do Tio Frank Williams, que dispensava os campeões e preferia investir dinheiro nos carros. E assim como na Williams, essa tática deu certo.

Por que estou falando tudo isso? Até pouco tempo ainda não existia uma maneira de emular o Virtua Racing clássico. A gente quebrava o galho com o Virtua Racing Deluxe, que apesar dos gráficos melhorados, e dos extras, faltava alguma coisinha que só o Virtua do Mega tinha. Ontem baixei o PicoDrive, o único capaz de rodar a rom do Virtua Racing. Este emulador, ainda em fase de testes consegue emular, parcialmente, o conteúdo do chip SVP... e finalmente depois de anos joguei de novo o “meu” Virtua Racing como nos velhos tempos.

Para você ter uma idéia do que esse jogo representa, o PicoDrive é um emulador desenvolvido especialmente para rodar o Virtua, já que este foi o único jogo que necessita do chip SVP. Um

emulador, ainda em desenvolvimento, feito para rodar apenas um jogo, hein?? Sentiu a pressão?

Depois de baixar, você poderá comprovar como a dirigibilidade não é das melhores (equivalente ao Honda RA08 do Rubinho, sem aerofólio Dumbo), mas preste atenção ns gráficos, nas músicas e lembre-se, esse jogo foi lançado, em fliperama (foto ao lado), em 1992(!!!!).
Incrível, vocês não acham?

X

Ta afim de jogar?
ROM Virtua Racing http://www.4shared.com/get/37928708/893d0fe8/Virtua_Racing__U_.html

PICO DRIVE (EMULADOR) http://notaz.gp2x.de/svp.php

Sente a introdução do game http://www.youtube.com/watch?v=PvOwi0c0VRs

XX

Baixou o emulador e a rom? Não gostou? Que atire a primeira pedra que nunca jogou Virtua Racing em algum fliperama... Vale lembrar que os fliperamas do Virtua Racing foram os primeiros a contar com um sistema que fazia o volante tremer quando você ia para a grama, faziia o volante ficar “levinho” em caso de rodada e mais pesado quando você saia da pista. Por essas e outras, quase vinte anos depois do seu lançamento no Japão, ainda é muito popular nas praças de alimentação dos shoppings.
Definindo em uma palavra: VIRTUA RACING = Clássico.

X

Nas próximas semanas postaremos aqui mais detalhes sobre outra s versões desse jogo, todas com seus respectivos emuladores e roms. Não perca!

3 comentários:

speed.king.thrasher disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
speed.king.thrasher disse...

MEU DEUS CARA!
eu tbm jogava esse jogo!
tinha 5 anos na época(1995/96)que meu pai comprou o Mega Drive com esse jogo. Apesar da pouca idade já era obsecado por F1!!
Eu lembro que passei da pista 1 varias vezes e da medium uma vez só.

Relembrar essas coisas é mto bom!
Parabéns pelo post!

Glauco disse...

Impossível avaliar Virtua Racing porque a nota máxima é 10 e esse jogo merece muito mais do que isso. Parabéns pelo artigo.