segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Notas sobre o GP do Brasil


+ Alguém sabe se o Kubica participou do GP do Brasil????

+ Vettel já chegou ao nível de Jean Alesi. Tem pinta de gênio, é abusado e mais momentos emocionantes que toda a carreira de alguns campeões do mundo.


+ Só que ao contrário do Alesi, Vettel faz tudo isso e termina as corridas.


+ Interlagos demonstra que Vettel foi o principal problema da temporada 2009 de Sebastian Bourdais.


+ Por quê? Porque o francês vinha bem, esteve no Q1, mas Vettel jogou tudo isso no lixo com seus duelos com Massa, Alonso e Hamilton.


+ Foi uma grata surpresa a bela performance de Giancarlo Fisichella. Correndo de Force India, com pneus desgastados, vendeu muito caro a ultrapassagem para Hamilton e ainda permaneceu um bom tempo na zona de pontuação.

+ A briga do Fisichella com seu próprio carro para se manter a frente dos concorrentes foi legal e tudo mais,mas não entendi a insistência do italiano em permanecer na frente do Hamilton. Se o italiano tirasse o inglês da corrida... adeus aliança entre Mclaren e Force Índia.

+ Falando da parte de trás do grid, nem com chuva o Barrichello consegue fazer alguma coisa com esse carro da Honda. Comcerteza ele não fica na equipe. Em Silverstone, quando ele estava todo animado para ficar na Honda, Barrichello poderia ter vencido a corrida. Ontem ele fez o que pôde. Chegou em 15º, atrás do seu companheiro Jenson Button, e só.

+ Pior para o Barrichello deve ter sido ver toda a festa da torcida para outro brasileiro, que está no lugar que era dele na Ferrari, e ele estar sendo dispensado pela sua equipe.

+ Por falar na dupla da Honda, a com certeza foram os dois pilotos que mais sentiram dor de cotovelo nessa decisão de campeonato. Massa no lugar, e na situação, que Barrichello tanto desejou emsua passagem pela Ferrari e Hamilton vencendo o título que todos esperavam que um dia Button ganhasse.

+ Que despedida do Coulthard, hein?

+ Pior que á última corrida do escocês, só a despedida de Johnny Herbert, na Malasia em 2002. Naquela corrida, por causa da quebra da suspensão traseira, o inglês bateu forte. Depois de ser retirado do carro ele disse em tom de brincadeira, típico do Herbert: "Em minha carreira na F1, tive de ser carregado para entrar no carro na minha primeira corrida e na minha última tive que ser carregado para fora do carro" - ehehe.

+ Voltando a temporada 2009, este ano Kovalainen lembrou Stefan Johansson. Muito bom nas categorias menores, com um bom começo em uma equipe cambaleante e decepcionando em um time de ponta.

+ Isso ilustra bem como Johansson não é o reject que se fala por aí...

+ ... mesmo assim, se o Hamilton fosse depender do Kova...

+ Quando o título parecia ser de Hamilton, Vettel fez a ultrapassagem do ano (não a mais bonita). Se acontecer alguma coisa com esse alemão, encerrando a carreira dele, Vettel vira mito.

+ No início da corrida Timo Glock derrapou feio na saída do “S” do Senna e pensei comigo mesmo: “Putz, como o esse cara é ruim na chuva”.

+ Quando Hamilton cruzou em eu pensei “GLOCK F.D.P.!!!” – mas depois, com mais calma, percebi que o alemão fez um belo trabalho segurando o carro na pista com os pneus pra lá de desgastados.

+ Hamilton deu sorte. Algo maior deu o título para ele. Se perdesse mais uma decisão com sete pontos de vantagem, seguiria rápido para ser um Stirging Moss Remix.

Por quê? A pressão pelo título e o estigma de perdedor virariam uma bola de neve, um prato cheio para os semanários sensacionalistas ingleses.

+ No fim das contas, Hamilton merece sim um título. Mereceu mais ano passado, mas o título está em boas mãos. Mesmo assim, em 2009, o “campeão moral” se chama Felipe Massa.

+ Deois daquela "sensação estraha" que o Massa teve na Malásia, Felipe se transformou em outro piloto. Hoje ele não é nem sombra do "Zacarias" que estreou na Ferrari sob olhares desconfiados até mesmo dos brasileiros.

+ Nem a chuva, velha inimiga do brasileiro, parou Massa. O cara venceu a lá Schumacher. Sem dar a mínima chance aos concorrentes.

+ Essa é a melhor decisão de campeonato que já vi. E não estou falando só de F1. Essa corrida é páreo para a volta do Grêmio para a primeira divisão naquele épico jogo contra o Náutico, em Recife.

+ Interlagos/09 = Rambo, Duro de Matar,Máquina Mortífera... coisa digna de final de filme de ação.

+ Na tabela de classificação, no papel, o Campeonato do ano passado já tinha sido muito bom.
E esse ano foi melhor do que o campeonato de 2007. O campeonato de 2008 só teve um problema: as corridas disputas com pista seca.

+ ... todas as outras, até Mônaco (!!!!!), foram ótimas.

+ Já que é assim, está resolvido o problema. A partir de 2009, FIA deveria banir as corridas disputadas em pista seca.

+ O que você acha?_

_

Fernando Ringel

2 comentários:

Brisot disse...

Só pra lembrar.. estamos em 2008. hehehe

. disse...

Brisot,
vc tem razão. Quando eu estava escrevendo confundi as datas um monte de vezes. Teve uma hora em que pensei: "Ué? Mas nós já estamos em 2009???"

e essa me passou despercidida. Um abraço e obrigado pelo comentário.


Fernando Ringel