terça-feira, 25 de novembro de 2008

BRUNO SENNA, O Desabafo...


Por Stallone Cobra

Faz muito tempo que estava querendo escrever esse texto..e fiquei extremamente motivado a escrever o mesmo porque de uns tempos para cá o que se percebe é um movimento anti Bruno Senna vindo das cabeças pensantes de certas comunidades de Formula 1 existentes em sites de relacionamentos.
Durante muito tempo fiquei apenas observando o que se falava em tais lugares sobre este rapaz. Bom, li coisas como ”Nossa, o Bruno vai tomar dois segundos do Di Grassi”, ”Bruno só esta lá pelo sobrenome do tio”, ou “Bruno é mais um boneco da mídia criado pela rede Globo”, “Bruno não tem condições e nem talento pra sentar num F1, está lá só pelo nome e porque a Petrobras vai lançar uma gasolina com o sobrenome Senna” ETC, ETC E ETC..

Bom, agora lembremos que Bruno Senna ficou afastado das competições por DEZ ANOS...e voltou a ativa há apenas quatro anos. Neste curto período, mostrou ser um piloto muito talentoso e EM APENAS QUATRO ANOS, mesmo depois de dez parados, chegou a F1. Será que isso é só por causa do sobrenome SENNA?

Enfim..eis que então chega segunda feira e os teste começam..fim dos testes e Bruno esta a frente de Di Grassi..eis que então os corneteiros atacam..”Ta na cara que o Bruno ta mais leve”, “Di Grassi deve ter outra configuração no carro pra ter andado mais lento” ETC, ETC, E ETC..

Terça feira, Di Grassi treina sozinho e vai bem. Lembremos que Di Grassi é piloto de testes da Renault e tem um bom conhecimento sobre um F1 e lembremos que a Renault é um carro melhor que o da Honda também ..

Quarta feira até o fim dos testes Bruno ficou a apenas três décimos do companheiro de equipe Button, que inclusive melhorou seu tempo em relação ao dia anterior, e tem quase dez anos de f1..

Agora eu pergunto: como pode o povo brasileiro agir desta forma? Porque o povo “conhecedor” de Fórmula 1 é tão invejoso? Porque o nome Senna causa tanto revolta? Porque os corneteiros simplesmente não assumem que Bruno é sim um ótimo piloto? ou no mínimo, um cara que está a quatro anos competindo e a primeira vez que senta a bunda em um F1, vai extremamente bem ficando, muito próximo do seu companheiro de equipe, que já possui uma vasta experiência na categoria...por que tudo isso??
Por que tantos corneteiros torcendo contra o rapaz? Por que é tão difícil para as pessoas assumirem que o cara tem talento?

Claro, muitos ainda não vão dar o braço a torcer e vão continuar a dizer que Bruno estava mais leve, ou que o Di Grassi foi forçado a andar mais lento porque a vaga tem que ser do Bruno, ou sei lá eu. Não duvido que se diga que a Honda deve ter equipado o carro com um V10 pro Bruno e um V8 pro Di Grassi, pra que, assim o sobrinho do eterno Ayrton andasse melhor.. sei lá, não duvido de mais nada..

Bruno calou muitos corneteiros e invejosos essa semana, provou que é sim um piloto extremamente competente e que pode ter um futuro brilhante se continuar trabalhando da mesma forma. Agora, gostaria de saber realmente a pergunta que não quer calar: por que tantos odeiam o nome Senna? Porque existem tantos “amargos” pseudo entendedores de F1 que não suportam ouvir esse nome? Por que menosprezar um nome que nos deu talvez o maior ídolo do esporte nacional de todos os tempos ao invés de torcer para que Bruno chegue logo a F1 e tenha sucesso? Por que? Essa é a pergunta que não quer calar..

Bom, Bruno provou que o sobrenome pode abrir portas sim, mas que é ele quem guia o carro e não o sobrenome Senna.

Apenas aceitem e parem de secar um brasileiro. Torçam para que o mesmo tenha sucesso e guardem seus sentimentos de inveja e amargura para si próprios.

Abraço a todos..


X
Concordando ou não com o Stallone Cobra, lembremos que os filhos de Niki Lauda e Alain Prost também são pilotos e nem por isso em apenas 4 anos de automobilismo chegaram aonde Bruno Senna chegou.
Eu mesmo admito que não sou um grande admirador do Bruno, mas chegar a F1, mesmo que para um teste, em apenas 4 anos... PUTZ!
Claro que o sobrenome ajuda sim, mas ele, no mínimo, não e tão fraco quanto se fala por aí
Sinceramente, pelo tipo físico magro e pelo jeito tímido nas entrevistas, Bruno me lembra muito Pedro Paulo Diniz, outro bom piloto soterrado pela fama de filhinho de papai, coisa que na F1 99% dos pilotos são. Se Bruno for do Top do Diniz já tera ido bem. Vale lembrar que Pedro Paulo andou no mesmo ritmo e Damon Hill em 97 e fez mais pontos que seu companheiro Jean Alesi em 99.

XX

Vale frisar duas perguntas levantadas pelo Stallone: " Porque o povo “conhecedor” de Fórmula 1 é tão invejoso? Por que o nome Senna causa tanto revolta? "

O motivo do "conhecedor" de F1, em sua maioria, ser tão arrogante, acredito, tenha alguma ligacão com o fato do automobilismo ser um esporte de elite, e que Bernie Ecclestone vem tornando cada vez mais popular entre as massas.

Quanto a segunda pergunta: "Por que o nome Senna causa tanto revolta?"

Acredito que o mito criado e alimentado em torno do Senna, sobre a capacidade dele fazer milagres dentro da pista, não previa que ele, um dia, também morreria. Existe um certo rancor por Senna ter "traído" o povo ao morrer.... e de certa maneira esse rancor, essa coisa de achar que o Schumacher é mau, que o Barrichello é uma porcaria porque não foi melhor que o Senna, são uma maneira, inconsciente, de manter o Ayrton vivo. Dessa maneira ele sempre faz parte do assunto do dia.

XXX

Resolvi postar esse texto aqui no VELOCIDADE MÁXIMA porque esse é um ponto de vista muito diferente dos que lemos por aí. Não tem ódio nem inveja, além de ser cheio de detalhes de quem aompanha e entende o que é automobilismo, coisa de quem tem noção do quanto uma pessoa tem que ser capacitada apenas para segurar um carro de F1 na pista.
Principalmente, postamos este texto porque nele o sobrenome Piquet não aparece ligado a sentimentos de ódio (aliás nem apareceu, um milgare), não usa o sobrenome Senna com amor desvairado e, fundamentalmente, não utiliza a imagem publica "imaculada" do Ayrton para justificar uma obrigação nacional em amar o Bruno Senna.
Parabéns Stallone, tem que ser "cobra" para escrever um texto que defenda um ponto de vista sem atacar nem ofender a outra parte.

Fernando Ringel

7 comentários:

amigosdauni disse...

Tirando os meu erros de portugues fico bem legal..hahaha..grandee contribuicao a parte que tu escreveu fernando..parabens pelo blog como sempre o melhor blog de f1 na minha opiniao junto com o nostalgia..abraco!!!

Marcelo disse...

Aquela comunidade "F1 - Brasil" no orkut me da nojo. Os próprios mediadores se acham entendedores, sendo que os mesmos quando vêem que alguem novo, entra e começa a abalar, já cortam a asinha do cara. E tem muita gente que se diz "famosa" e "comentarista" na comunidade que pega texto pronto e sai pegando pedaços e colocando como SUA avaliação sobre tal assunto de F-1. Lamentável

O Bruno merece mais respeito.

Drigo disse...

boa matéria novo escritor

. disse...

Pessoal obrigado pelos comentários!
Quanto a F1 Brasil, o Stallone Cobra perguntou " POr que os entendedores" de F1 são tão invejosos?"
NA verdade, no meu comentário, acrescentei o "arrogantes" exatamente pensando na media dos comentários da F1 Brasil.
Fico meio sem jeito de falar isso porque o Verde e o Lucas, dois caras que conhecem muito e são simples, sem afetação, sãomoderas de lá, mas o fato é sou experiente em tomar chineladas de todos os lados na F1 Brasil ou de ver meus posts rapidamente esquecidos sem nenhum comentario... va la dois, tres comentarios.
Teve uma época em que comecei a achar que o VELOCIDADE M[AXIMA era realmente uma porcaria, tamanha a quantidade, e agressividade, de alguns comentarios detonando os meus posts.
Foi exatamente por sentir isso, pelo excesso de comentários bobos e radicais, que resolvi fazer este blog, porém, reconheço que gosto da F1 Brasil e que sem ela eu não teria feito, ou teria levado mais tempo para amadurecer a idéia de fazer este blog.
Um dos motivos fundamenteais que me fez ter vontade de ver esse texto do Stallone cobra postado aqui é que quando o vi achei ótimo. Finalmente um tópico que não fala de Donnigton 93, que não fala da cueca do Massa... porém como ele foi sumariamente deletado, pela rapidez, tenho certeza que o modera autor do DELETE nem leu o texto... até mesmo o Rianov Albinov, um cara legal que não tem problemas cm ninguém, do ótimo F1 Nostalgia, tens uns 10 comentários por tópico na F1 Brasil...
Esclarecendo, NA MINHA OPINIAO,o problema sao uns poucos ilustres da comu e nao a comu em si.

Galera, mais uma vez muito obrigado pelos acessos e comentarios.
Um abraco, Fernando Ringel

verde disse...

Valeu pelo comentário, Fernando! Seu blog é muito bom, sim. Não acaba com ele não! E a gente tem de desenvolver aquela idéia da Enciclopédia, tô matutando algumas coisas sobre ela já.

Quanto à F1 Brasil que eu modero, concordo que tem muita coisa complicada por lá, mas o que tentamos fazer é deixar a comunidade sempre em alto nível, mesmo que isso signifique excluir algumas opiniões. Todos lá tem espaço, basta postar com respeito. Eu mesmo demorei um pouco pra me integrar lá, mas consegui.

Quanto ao texto, sou opositor do Bruno Senna e tenho meus motivos. Mas não é a opinião dos moderadores, até porque não existe uma opinião única. Além disso, já bani vários que defendiam de modo estúpido pilotos que eu gosto ou que criticavam pilotos que eu não me simpatizo. Reconheço que Bruno tem lá suas qualidades e força de vontade. Mas não torço pra ele e por enquanto não me vejo fazendo isso.

De Gennaro Motors disse...

SENNA um novo idolo !!!

vinicius disse...

olá, eu sou um grande fã de de Ayrton Senna, assim como milhões de brasilerios.Sem dúvida Bruno Senna é um piloto talentoso, mas eu acredito q a torcida brasileira (que está ainda traumatizada com a morte brutal de Ayrton Senna)recebe o Bruno com certo receio pois n acreditam q possa haver outro "Senna" ,outro piloto tão bom quanto Ayrton,logo aparece a dúvida "será q ele está aí só pelo sobrenome?"
eu n penso dessa forma, mas devemos reconhecer que o nome "Senna" ainda tem muito peso na F1.Bruno, ao entrar na F1 deverá mostrar sua própria idendidade, dar o melhor de si mas n se comparar ao tio, pois dessa forma, a torcida vai tratá-lo como um piloto brasileiro talentoso e n como o sobrinho de Senna.
Não podemos dizer se Bruno vai ter futuro na F1 ainda, mas eu quero muito ver um "capacete verde e amarelo" denovo, acho q no fundo, todos os brasileiros querem isso...e se Bruno fizer um trabalho realmente bom, tipo, se por acaso ele for campeão, a torcida vai conseguir ressucitar uma parte de seu grande herói!

parabéns pela matéria, abç