segunda-feira, 6 de abril de 2009

Nostas sobre o GP da Malásia/2009



+ O que seria da F1 sem as corridas com chuva, hein? São Pedro é fo*&%^$, cara!

+ Começo a resenha sobre o encharcado GP da Malásia com a belíssima demosntarção de habilidade na briga entre Hamilton e Mark Webber. É o que foi dito aqui no VEL MAX no GUIA F1/2009 “ Falta ao Webber aquela coisainha a mais que o campeão, porém, sempre muito veloz, Mark é o melhor piloto australiano desde Jack Brabham”

+ Recado via rádio de Adrian Newey para Vettel e Webber: "Na chuva, os carros da Red Bull te dão asaaaaas”.

+ Ainda sobre a equipe “que te dá asas”, Vettel vem matando a minha saudade por ultrapassagens e acidentes... coisa que sinto falta desde a aposentadoria do Alesi em 2001.

+ Por quê? Bom, ver o alemão abandonando no temporal, em um carro com o patrocínio da Red Bull... e ainda dentro do carro, jogando as luvas com raiva contra o volante foi um remake do Alesi abandonando com a Sauber na chuva em Magny Cours/99.

+ Você que acessa o VEL MAX sabe que não sou de ter pena de piloto nem equipe nenhuma, mas... coitado do Kovalainen. Que saída de pista foi aquela?????????

+ Falando na Mclaren, a equipe está cada vez mais com a cara da Williams em 1998 e a terceira temporada do Hamilton está cada vez mais parecida com a terceira temporada do Jacques Villeneuve... que até então era um dos favoritos, ostentando um vice e um titulo mundial em suas duas primeiras temporadas na F1... com o melhor carro.

+ Ainda falando de piloto que tem ou não tem estrela de campeão, como o Alonso é rabodo, hein? A curcva é para a direita, o carro aponta para a esquerda, e, no trecho alagado da pista, com pneus de pista seca... NA BRITA, o espanhol não atolou... e ainda voltou ara a pista.
Se eu fosse o Alonso jogaria na loteria correndo...

+ Falando sobre a Renault, queria saber a opinião do Nelsão Piquet sobre a temporada do Nelsinho... se o Nelsinho não fosse o filho dele...

+ Provavelmente a carreira do Nelsinho, até agora na F1, seria definida em uma daquelas declarações CRÁÁÁÁÁSSICAS” do Nelsão...

+ Quando um piloto perde o título, ele tem que chorar muito mesmo. Do jeito que as regras mudem de um ano para o outro, ninguém garante que no ano que vem, os melhores carros de 2009 brigarão pelo pódio no ano que vem.

+ Mclaren e Ferrari que o digam...

+ Só para exemplificar, será que Brawn e Ferrari trocaram de carro? Button e Barrichello ficaram bons de uma hora para outra?

+ Para os padrões normais de controle de carro, o padrão exigido nas auto escolas, os caras das categorias Top são gênios. Pense no esforço para controlar carros tão agressivos, sofrendo uma força G altíssima, dentro de um cockpit onde o calor passa fácil dos 50 graus ºC... a diferença entre eles é muito sutil. O que muda mesmo é um carro que proporcione ao piloto demonstrar que sabe mais do que “simplesmente” controlar o carro.
Prova disse foi o início da carreira do contestadíssimo Damon Hill na F1. Direto da pré qualificação,em 1992, com a Brabham para, no ano seguinte chegar, a incomodar Alain Prost na Williams... vencendo 3 corridas e perdendo duas no final por problemas no carro...

+ Aliás, isso me lembrou de um texto que parei pelo meio... logo o texto estará aqui no VEL MAX.

+ Voltando à 2009, Sepang 2009 = Donnigton 1993??????

+ Pelo menos quanto ao número de paradas nos boxes, foi tão louca quanto Donnington...

+ Depois desse GP da Malásia, se eu fosse mecânico, pediria um aumento de salário. Os caras trabalharam praticamente durante toda a corrida trocando pneus e aerofólios...

+ Quando o Safety Car paralisou a corrida, tinha tanta água na pista quanto em Adelaide/89, uma pista de rua disputada com os bueiros entupidos devido a tempestade que caia sobre a cidade no momento da prova... como pôde acontecer praticamente a mesma coisa em um circuito permanente, um dos mais modernos da categoria mais cara do automobilismo mundial... em 2009????????

+ A bagunça envolvendo a organização desse GP da Malásia me lembrou os amadores anos 50, 60 e 70 da F1. Porém, apesar da falha dos organizadores, Sepang/09 mudou a minha postura, pelo menos, quanto aos anos 70.
A insegurança dos carros e circuitos não era fruto apenas de ganância dos dirigentes da categoria. A F1 viveu nessas três décadas uma evolução rápida demais e, somado as várias mudanças no regulamento, muitas vezes pegou os organizadores dos GPs de “calças nas mãos”.
O asfalto que virou farofa no Brasil em 76, a morte do Pryce no Kyalami em 77, o alagamento parcial de Silverstone no GP da Inglaterra de 75, o acidente do Stommelen em Montjuich, o campeonato de 94... entre outros menos famosos são exemplos disso.
Pelo menos, demonstrando bom senso, paralisaram a corrida antes que algo grave pudesse ocorrer...

+ Voltando á2009, meu brother Kubica deu uma de Ayrton Senna na largada do GP de Suzuka de 88, obrigando o Barrichello a bancar o Nelson Piquet e passar raspando para não bater no carro da frente.

+ Ainda quanto ao Kubica, lembrou também o Brundle na largada do GP da Inglaterra de 94, só que o motor não soltou fumaça como se fosse um foguete. Sorte da BMW que não passou pelo mesmo embaraço que a Peugeot...

+ Reação de um mecânico da BMW após o abandono do polonês: “VAI TOMAR NO KUbica!”

+Ainda falando sobre a parte da frente do grid, mais uma vez a Williams veio muito bem e bateu na trave...

+ Se a Williams Toyota ainda não engrenou em 2009, a equipe oficial da montadora japonesa, tem o seu melhor início de campeonato desde sua estréia na F1. Após anos torrando milhões de dólares em bons motores e carros irregulares, finalmente, PARABÉNS Á TOYOTA!!!!

+ Ainda sobre a equipe japonesa, finalmente o Trulli acertou na pintura do capacete. Bonito, moderno e usando as cores da bandeira da Itália, Jarno deveria adotar essa pintura, e apenas essa, daqui ara frente

+ ... sem falar que combinou muito com a pintura da Toyta.

+ Quanto você aposta que na próxima corrida o Trulli estará com uma pintura bem diferente??????

+ Quando pudemos ver o Trulli com tempo suficiente para perceber os detalhes do capacete do italiano, a prova já estava paralisada há muito tempo. Curioso é que naquele momento a prova, provavelmente, seria reiniciada... e Kimi Raikkonen já estava de short e camiseta tomando um sorvete nos boxes da Ferrari.

+ KKKKKKK, se o finlandês não fosse campeão do mundo... Será que ele abandonou por problemas na Ferrari? Ou será que, cansado de andar com pneus BISCOITO no seco, ficou com vontade de tomar um SORVETE e resolveu MOLHAR a garganta com uma COCA????
_
+ É, sei que não teve graça. Foi mal.

+ Por falar na Ferrari, mais uma vez Massa e Raikkonen “SE FERRARI”.

+ Desde que Jean Todt e Ross Brawn deixaram a Scuderia, a equipe lentamente volta à bagunca orgnizada da época do Comendador Enzo Ferrari. Na “ Gestão Domenicalli” é impressionante a quantidade de erros bobos cometidos nas estratégias da Ferrari.

+ De onde veio o Heidfeld, hein???? De repente todos poderiam ter chegado ao pódio, e o alemão, de maneira hiper discreta, faturou o segundo lugar.

+ Heidfeld = jogador de xadrez

+ E mais essa vitória tranqüila do Button, hein?

+ Trilha sonora do pessoal da BRAWN GP nesse início de temporada: Push the Bottom
dos Chemical Brothers... ou seria “PUSH THE BUTTON”????

+ Clique no link, leia o nome do arquivo,e se quiser, ouça a música http://www.4shared.com/file/76810844/84ce452e/The_Chemical_Brothers_-_2005_-_Push_The_Button.html?s=1

+ Jenson está ficando tão famoso que o pessoal que upou esse arquivo no 4SHARED até confundiu o nome do CD. Seria essa uma pista de foi o Nick fry ou o próprio Ross Brawn quem upou esse “PUSH THE BUTTON”???????

+ Queria ver o Barrica na relargada, pertinho dos lideres... na chuva. Apesar de estar afzendo o dever de casa ao marcar pontos, vitória é vitória, e quem vence o título em uma equipe é o primeiro piloto... VAMO BARRICAAAAA!!!!

+ Agora tem GP da China, né? “PELAMORDEDEUS”, parem com esses GPs de madrugada, pô!!!

+ Quantas ultrapassagens, né? Nem parece a F1 dos anos 2000. AINDA BEEEEEEEM!
_
_
Um abraço,
Fernando Ringel

4 comentários:

Mauricio disse...

Viu, você não desconfiou que o abandono do Kimi aconteceu por outros motivos, por exemplo, um problema no carro? Você acredita mesmo que um piloto da Ferrari simplesmente decide que não vai correr mais porque a corrida virou zona? Capaz né?????
Acho muita ingenuidade, ou melhor, parace querer acreditar que existe espaço na F-1 para este tipo de atitude.
Ontem ouvi o Ico dizer que a Ferrari chamouo Kimi pros boxes por causa de um problema com o Kers. Portanto, ele não teve atitude nenhuma - simplesmente abandonou a prova porque o carro quebrou.
Até ouvir o Ico dar a informação eu não sabia o motivo da saída do Kimi, mas nem de longe imaginava que teria sido motivada por uma indignação dele em relação à prova, ou ao cenário da F-1 atualmente. Ficar imaginando que o cara é cheio de ‘atitude’ porque tava tomando sorvete enquanto os outros esperavam o recomeço da corrida, é demais gente, até pro Galvão Bueno, que é campeão em desinformação…

. disse...

Maurício,

Vc tem razão. Ví a coisa por um ângulo ingênuo mesmo. Mas o negócio é que eu realmente achei graça em ver o Kimi tomando um sorvete e pegando uma Coca Cola da geladeira. Convenhamos, não é comum esse tipo de imagem descontraíada aparecer durante a transmissão de um GP, ainda mais de um cara formal como o Raikkonen

Talvez a maneira como escrevo, e a maneira como filtro as informações aqui para o VEL MAX, tenha ligação com o fato de que sempre gostei de ver os treinos de sábado so para ouvir as histórias do Reginaldo Leme e principalmente os causos do Galvão.
Por mais que falem coisas ruins dele, acho que a transmissão não seria a mesma sem os comentários a lá "mesa de bar com os amigos tomando uma cerva" do Galvão, eheheh. Com certeza isso tem influencia qui no VEL MAX

De qualquer maneira, obrigado pelo toque. O principal motivo da criação do VEL MAX é... exatamente a criação. Tudo que está neste blog é criação minha, são minhas experimentações, coisas que, boas ou nao, em sua grandessíssima maioria, vc só vai ver por aqui..O VEL MAX é um instrumento para pôr em prática idéias difernetes, textos mais reflexivos ( não só de minha autoria), e claro, ganhar experiência. Ou seja fiz o blog para aprender, e claro de vez em quando eu derrapo, como foi nesse caso.


Obrigado pelos acessos e principalmente pelo seu comentário.
Tá afim de bater um papo pelo MSN? Me add
feringel@yahoo.com.br

Um abraço,
Fernando Ringel

Mauricio disse...

Legal seu feedback e disposição em debater com seus leitores, Fernando. Parabéns pelo blog também, está muito interessante e informativo.

Quanto ao lance do Kimi tomando sorvete, eu também achei legal a imagem na hora da transmissão. E, realmente, numa época de onde poucos pilotos demonstram personalidade (vide Hamilton mentindo), a gente fica na expectativa por alguma atitude diferenciada. Do Kimi até podemos esperar algo do tipo mas, neste caso, só acho que muita gente (li coisas parecidas em vários blogs) comprou muito fácil esta idéia de independência me relação à equipe e toda a prova.

Quanto ao comentário sobre o Galvão, ele vai na mesma linha da observação acima. De que comentários dete tipo desinformam porque são feitos em cima de uma simples imagem, sem análise.

É isso, conheci seu blog recentemente e vou continuar a frequentá-lo. Foi bom trocar idéia com você e vou te adicionar no msn sim, mas não entro muito. Um abraço e até a etapa da China.

. disse...

Maurício,

não tem de quê. Fiz o blog, pois queria focalizar um lado do automobilismo que nunca tinha visto niguém mostrar: o lado humano... e como brinde, sem esperar or isso, fiz amizades através do VEL MAX... talvez, exatamente porque este é um blog feito com "calor humano".

Obrigado pelo toque, baseado no seu comntário, fiz um upgrade no que eu tinha escrito sobre o abandono do Raikkonen.

Maurício, só mais uma coisa,
vc é o Gugelmin????????

KKKKKKKK

Um abraço,
Fernando Ringel

Um abraço,