quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Separados No Nascimento (22): De Angelis X Jaspion

No começo procurei por fotos do Mario Andretti usando os capacete Simpson Bandit. Puxando pela memória, não lembrei que apesar de cinza, o capacete do Jaspion era branco. Temporariamente, desisti da comparação... porém, hoje, procurando as fotos que o Speeder 76 mandouda Jordan 191, ví essa do De Angelis e automaticamnete lembrei do Jaspion.
Não são exatamente idênticos, eu sei, ehehe. Essa comparação é mais para ilustrar a maneira como o capacete Simpson Bandit, muito popular nos anos 80, especialmente na Indy, foi apelidado aqui no Brasil... é que na mesma época Jaspion fazia muito sucesso no Brasil.
Pelo que me lembro, eu, e todos os meus amigos, não perdíamos um episódio...
_
X
_
O Rianov Albinov fez um post completo sobre o "Capacete do Jaspion"
_
XX
_
Speeder 76,
Amanhã pósto a Jordan 191, blz?
_
_
Um abraço,
Fernando Ringel

4 comentários:

Speeder_76 disse...

Beleza!

Mas o nome do casco é Simpson Bandit, Fernando.

E claro, vou sempre mandando bolides botitos, hein?

speed.king.thrasher disse...

hhehehehe... tem também a do Kimi e o capacete dos power rangers... eu acho moh parecido...

. disse...

gdfgd

. disse...

Speeder 76,
Não sei de onde tirei esse nome "Simpson Barnet". Obrigado pelo toque, e quanto aos carros obrigado mesmo. Ainda vou postar uns que vc me mandou, mas vc pode continuar mandando. Fique à vontade.




Speed.King.Thrasher,
boa dica, hein? Gostei desse negócio de Power Rangers e Raikkonen. Vou verificar e postar aqui o "SEPARADOS NO NASCIMENTO".
Essa dica me lembra um velho post do ano passado. http://velocidademaximatotal.blogspot.com/search?q=austr%C3%A1lia+2008

Clique no link, o tal post do Raikkonen com o pessoal do Kiss está no meio da página.




Speeder 76 e Speed.King.Trasher,

Speed, Speeder... tem certeza que vcs não são da mesma família?????

KKKKK, digamos que vcs são da "Família da Velocidade", ou da "Família do Velocidade".
Que Velocidade??
Velocidade Máxima Total, ora.


Obrigado pelos comentários e um abraço,
Fernando Ringel